Lançada no início de maio, a campanha de financiamento coletivo Salvando Vidas, realizada pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) em parceria com a CMB (Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas) continua até o fim de julho. A ação já arrecadou mais de R$ 22 milhões para a compra de EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual) para os profissionais de saúde que estão na linha de frente do combate à Covid-19. A quantia já arrecadada (que equivale a 22% da meta, que é de R$ 100 milhões) contou com a doação de 1.390 benfeitores.

O Salvando Vidas  é uma ação que soma recursos não reembolsáveis do BNDES Fundo Social ao financiamento coletivo – doações diretas e campanha de arrecadação com pessoas físicas e jurídicas – por meio da plataforma de matchfunding no site www.benfeitoria.com/salvandovidas. A cada R$ 1 doado pela sociedade civil ou por empresas, o BNDES aportará mais R$ 1 no projeto, até o limite de R$ 50 milhões. Assim, o Banco dobrará o apoio da população, chegando à R$ 100 milhões. Esse valor possibilitará suprir a demanda de mais de mil hospitais de todas as regiões do Brasil por 2 meses, tempo importante para aguardar o mercado se estabilizar diante dos desequilíbrios de oferta e demanda.

A primeira rodada de compra - que beneficiou 68 instituições filantrópicas, localizadas em 50 municípios de 12 estados brasileiros, principalmente das regiões Norte e Nordeste - foi focada em máscaras cirúrgicas e N95, álcool gel, luvas e aventais cirúrgicos. As demais podem incluir outros itens, como ventiladores pulmonares.

A CMB disponibiliza peças e materiais de divulgação para reforçar a campanha. Os hospitais podem solicitar esses conteúdos para compartilharem e endossarem essa corrente bem, para que a meta seja alcançada e mais entidades beneficiadas.A CMB disponibiliza peças e materiais de divulgação para reforçar a campanha. Os hospitais podem solicitar esses conteúdos para compartilharem e endossarem essa corrente bem, para que a meta seja alcançada e mais entidades beneficiadas.

O Salvando Vidas envolve diversas parcerias:

BNDES - Maior patrocinador do projeto e atua na captação de recursos e no acompanhamento de todo o processo.BNDES - Maior patrocinador do projeto e atua na captação de recursos e no acompanhamento de todo o processo.

CMB - Faz o dimensionamento junto às instituições de saúde, dos bens e serviços mais críticos à prevenção e combate à Covid-19, bem como dos hospitais a serem beneficiados.
Benfeitoria - Plataforma de crowdfunding responsável por receber e centralizar as doações para a campanha, bem como pelo criação dos materiais e ações de mobilização.

SITAWI - Com o apoio da Benfeitoria, faz a gestão dos recursos financeiros, a prestação de contas e aquisição dos itens e a coordenação da campanha.

Bionexo - Disponibiliza sua plataforma de tecnologia para avaliação e cotação de preços junto a mais de 10 mil fornecedores e atua no acompanhamento junto com a CMB das entregas individualizadas em cada instituição de saúde.

Critérios

A campanha abrange entidades beneficentes ou filantrópicas de saúde portadoras do Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social na Área de Saúde (CEBAS), vigente em 27/04/2020, constante da lista apresentada pela CMB. Dentre os requisitos para concessão do CEBAS pelo Ministério da Saúde, a entidade deverá comprovar a oferta de pelo menos 60% de internações hospitalares e atendimentos ambulatoriais aos usuários do SUS.

São priorizadas para o recebimento das doações as entidades que atendem os seguintes critérios:São priorizadas para o recebimento das doações as entidades que atendem os seguintes critérios:

- Entidades inseridas em municípios com maior taxa relativa de mortes advindas de Covid-19 por 100 mil habitantes;

- Entidades inseridas em macrorregião de saúde das redes estaduais com maior taxa de ocupação de leitos SUS, no nível de precisão disponibilizado pelas Secretarias Estaduais de Saúde e consolidado no Portal SIVEG-GRIPE;

- Priorização de entidades com maior incidência nos dois critérios acima (multiplicação das duas taxas relativas).

Observação: considerando o caráter específico do atendimento realizado pelos hospitais especializados, de menor aderência ao enfrentamento da pandemia da Covid-19, tais instituições serão beneficiadas somente após o atendimento integral dos hospitais gerais.

Prestação de contas

Confira aqui a lista dos primeiros hospitais que estão em fase de recebimento da primeira etapa de doações.

aqui, acesse a lista de hospitais elegíveis a receber as próximas doações.

Faça login em sua conta