banner noticias cmb

A Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas - CMB é recebida em audiência com o vice-presidente eleito Geraldo Alckmin em Brasília-DF

A Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas – CMB, foi recebida nesta quarta-feira (07/12), em audiência com o vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin, no Centro Cultural do Banco do Brasil, sede do governo de transição em Brasília – DF. O objetivo do encontro foi apresentar as principais contribuições e a agenda emergencial do setor filantrópico de saúde em relação ao novo governo, e formalizar a disponibilidade do setor em contribuir e viabilizar o acesso a demanda reprimida por procedimentos, reforçando a importância da atuação das santas casas e hospitais filantrópicos no atendimento à população pelo Sistema Único de Saúde – SUS.

Na oportunidade estiveram presentes, o diretor-geral da CMB, Mário César Homsi Bernardes, o diretor-presidente da Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes do Estado de São Paulo - Fehosp, Edson Rogatti, a irmã Rosane Ghedin, diretora-presidente do Hospital Santa Marcelina e o diretor geral da Santa Casa de Porto Alegre, Júlio Dornelles. O vice-presidente eleito Geraldo Alckmin renovou o compromisso de que o setor filantrópico de saúde terá toda a atenção do novo governo para a evolução das suas propostas.

“Fomos muito bem recebidos pelo vice-presidente Geraldo Alckmin. Todas as pautas apresentadas pela CMB foram anotadas, detalhadamente debatidas e compreendidas pelo vice-presidente eleito”, ressalta o diretor presidente da Fehosp, Edson Rogatti.

O diretor geral da CMB, justificou a ausência do presidente Mirocles Véras em recuperação de um procedimento de saúde e destacou como foi a recepção de Geraldo Alckmin. “Uma excelente oportunidade para a construção de um relacionamento próspero. Demonstramos nosso protagonismo no SUS, pudemos pautar todas as prioridades com detalhes e sentimos o real desejo da construção de um trabalho conjunto com o presidente eleito Luís Inácio da Silva e toda equipe do novo Governo. Fechamos o ano com excelentes expectativas”, conclui Mário.