CMB participa de reunião com o ministro Paulo Guedes, da Economia

CMB participa de reunião com o ministro Paulo Guedes, da Economia

WhatsApp Image 2022 05 12 at 16.02.17

Diante da crise financeira que vem sendo enfrentada pelo setor filantrópico de saúde, o diretor-geral da CMB (Confederação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos), Mário César Homsi Bernardes, o assessor parlamentar José Luiz Spigolon e o deputado federal Antonio Brito, líder da Frente Parlamentar de Apoio às Santas Casas, participaram de reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, na noite dessa quarta-feira (11).

Com o cenário de colapso econômico e financeiro, o segmento hospitalar filantrópico pleiteou, junto o ministro, fontes de financiamento para custear o impacto das medidas aprovadas recentemente; a liberação do auxílio financeiro, na ordem dos R$ 2 bilhões, para minimizar os custos relacionados ao enfrentamento da Covid-19 por meio da aprovação do PL 1.417/21; e o apoio para derrubada do veto 22/2022 para o pagamento na integralidade dos contratos ao setor.

Na pauta, destacaram a necessidade de novos recursos para rede filantrópica diante das consequências do enfrentamento da pandemia da Covid-19 e das medidas aprovadas recentemente, que impactam diretamente o setor. O documento entregue pela CMB e encaminhado pela Frente Parlamentar demonstra, de forma clara, o cenário atual da relação dos hospitais com o SUS, que é crescentemente deficitário há mais de duas décadas.

O resultado dessa situação mostra um alto endividamento bancário e tributário das entidades, chegando ao registro de, nos últimos seis anos, 315 hospitais filantrópicos terem fechado suas portas ou terem deixado de atender ao SUS.