nota cmb 1

A diretoria da CMB esteve, no fim da tarde de segunda-feira (4/10), com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, reforçando a necessidade da aprovação de projeto de lei que visa a destinação de R$ 2 bilhões aos hospitais filantrópicos. A diretoria da CMB esteve, no fim da tarde de segunda-feira (4/10), com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, reforçando a necessidade da aprovação de projeto de lei que visa a destinação de R$ 2 bilhões aos hospitais filantrópicos.

Na ocasião, acompanhado do senador Renan Calheiros, Pacheco informou que já há o compromisso do senador Otto Alencar para a rápida tramitação da proposta na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, onde o texto se encontra e, na sequência, colocá-lo em plenário para votação. O presidente da CMB, Mirocles Véras e o diretor-geral da Confederação, Mário César Homsi Bernardes, foram acompanhados pelo provedor da Santa Casa de Belo Horizonte, Roberto Otto e o superintendente, Carlos Augusto, que também reforçaram a urgência do recurso para a continuidade do trabalho do setor filantrópico.

A mobilização segue intensa no Legislativo, onde a Confederação vem contando com forte apoio do deputado federal e presidente da Frente Parlamentar de Apoio às Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas, Antonio Brito, e do senador Luis Carlos Heinze, para a rápida tramitação do projeto.

O presidente do Senado ressaltou a relevante atuação da CMB junto ao parlamento, na defesa da saúde filantrópica e a importância das entidades no atendimento à população brasileira.

“Foi uma reunião muito satisfatória, saímos muito esperançosos que conseguiremos evoluir nessa proposta e, com brevidade, auxiliar nossos hospitais para que possam continuar prestando o valioso trabalho que executam na saúde do povo brasileiro”, disse Véras.

Faça login em sua conta