cmb conselho

 

Na última quarta-feira (21), o Conselho de Administração da CMB se reuniu junto à Diretoria da Confederação, representada pelo presidente Mirocles Véras; o vice-presidente, Flaviano Feu Ventorim; o diretor-geral, Mário César Homsi Bernardes; a diretora institucional do SUS, Fátima Conceição; e a diretora administrativa e assessora jurídica, Monaliza Santos, para debater e acompanhar diversas pautas. Esteve presente também o presidente do Conselho Consultivo da CMB, Carlos Augusto Meinberg

Durante a reunião, foram prestadas informações sobre a medida provisória para auxílio financeiro aos hospitais filantrópicos; o projeto de lei n°4.384/2020, que prorroga a suspensão das metas contratualizadas; o PLC 134/2019 e a participação da CMB nas reuniões da Comissão de Seguridade Social e Família, cujas sessões estão sendo empenhadas pela assessora jurídica da CMB e pela presidente da Federassantas, Kátia Rocha.

Foram abordados ainda, o impacto dos preços dos insumos e OPME’s das cirurgias cardiovasculares; a mudança na legislação do ICMS em São Paulo e o impacto sobre a isenção dos medicamentos e materiais hospitalares.

Na ocasião também foi apresentado os números sobre a adesão das operadoras de saúde filantrópicas à rede CMB - Saúde Suplementar. Mirocles Véras agradeceu e parabenizou os membros do Conselho por se empenharem em um trabalho conjunto a favor do setor filantrópico. “Fico muito feliz em ver o nosso departamento de Saúde Suplementar crescendo e dando forma ao nosso ideal de organização das instituições em rede. Fico muito feliz e grato a todos que contribuem para estes avanços”, falou, reforçando os cumprimentos ao diretor de Saúde Suplementar, Wilson Ascêncio.

Véras compartilhou com os presidentes sobre a sua visita ao Ministério da Saúde cobrando as duas importantes pautas pendentes junto ao Governo, o aporte de novos recursos e a prorrogação da suspensão das metas contratualizadas com o SUS. “São demandas vindas de todos os hospitais, sei da pressão e da angústia de cada um, mas desejo tranquilizá-los que nós estamos diariamente trabalhando em uma ação efetiva, que conta com participação de parlamentares que pressionam o governo federal e o Ministério da Saúde, cobrando publicamente estes retornos tão almejados”, disse.

Esclarecimentos

O vice-presidente da CMB, Flaviano Flaviano Feu Ventorim, ressaltou que é importante ter paciência sobre a medida provisória que trata do auxílio financeiro aos hospitais e a necessidade de atenção sobre os prazos e a burocracia das portarias. “Existe um prazo, está tudo se encaminhando positivamente, mas precisamos ter calma e noção de que não é algo tão rápido”, salientou.

Presente à reunião, a presidente da Federação de Misericórdia e Entidades Filantrópicas de Pernambuco, Tereza de Jesus Campos Neta, frisou que a reunião foi bem esclarecedora nas dúvidas sobre a medida provisória. “Tenho recebido várias ligações que questionam sobre o prazo e os critérios. Nesta reunião, foram respondidas”, afirmou.

Estiverem presentes também os representantes das federações de São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Sergipe, Mato Grosso, Espírito Santo, Maranhão e Bahia.

CMB Online

Ainda na ocasião, o diretor geral da CMB, Mário César Homsi Bernardes, lembrou do nosso próximo evento do CMB Online, que acontecerá no dia 27 e no qual será compartilhado o Position Paper com informações do setor filantrópico de saúde nos Estados onde temos nossas federações associadas. Ao fim da reunião, os representantes da CMB ressaltaram a importância de os hospitais mandarem suas informações sobre preços dos insumos da cardiologia, bem como dos medicamentos e materiais atingidos pelas mudanças de ICMS em São Paulo, para que a Confederação possa intermediar ações na busca por melhorias.

Calendário

Jul 2021
Do Se Te Qu Qu Se Sa
27 28 29 30 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Faça login em sua conta