A CMB, representada pelo seu diretor geral, Mário César Homsi Bernardes, participou, na terça-feira (1), de reunião com o ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni. Para este encontro, a CMB se uniu a várias outras instituições das área de saúde e educação, como CNSaúde, FBH, ANAHP, ABRAMED, Confederação Nacional dos Estabelecimentos de Ensino - CONFENEN, Associação Nacional de Educação Católica do Brasil - ANEC, Associação Brasileira de Instituições Educacionais Evangélicas - ABIEE, Associação Brasileira das Universidades Comunitárias - ABRUC, entre outras, para validar ao ministro a indicação de Marcos Ottoni, da CNSaúde, para uma vaga no Conselho Nacional de Proteção de Dados, a ser constituído em cumprimento aos normativos da Lei Geral de Proteção de Dados.
 
O representante da Confederação justificou para os amigos das instituições presentes e para o ministro Onyx Lorenzoni a ausência do presidente Mirocles Véras e ressaltou a importância de ter no Conselho de Proteção de Dados alguém que conheça a rotina de gestão de dados dos hospitais, face o volume e a sensibilidade dos dados que são gerados todos os dias em atenção e assistência aos pacientes.
 
A junção dos segmentos saúde e educação, representados por instituições que desempenham papéis de extrema relevância para o Brasil foi elogiada pelo ministro Onyx Lorenzoni, destacando que uma ação forte como esta contribui muito para o apoio e as decisões quanto à formação do Conselho, que auxiliará o governo na aplicação e evolução da Lei Geral de Proteção de Dados no país.
 
WhatsApp Image 2021 06 01 at 17.12.18

Faça login em sua conta