taxacao

A Reforma Tributária tem preocupado as instituições filantrópicas em relação a algumas propostas como a que cria a chamada Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS), com alíquota de 12% sobre a receita bruta para o setor. 

Com esta nova contribuição, que é bem acima da atual que é composta pelo PIS (1% sobre a folha de salários) e COFINS (em que as receitas próprias são isentas e o que se tributa fica em torno de 3% ou 7,6%), as doações feitas as entidades também seriam taxadas.
Por este motivo diversas entidades representativas do setor filantrópico das áreas de saúde, educação e assistência social se uniram para assinar um manifesto contrário ao texto proposto na Reforma. 

A CMB, o FONIF – Fórum Nacional das Instituições Filantrópicas e demais entidades já assinaram o manifesto. Entenda a proposta da Reforma Tributária e confira o manifesto, clique aqui.

Faça login em sua conta