miroclesAs Santas Casas e hospitais filantrópicos possuem papel altamente estratégico para a continuidade do SUS (Sistema Único de Saúde), configurando-se como a maior rede hospitalar do país. São 2.172 hospitais sem fins lucrativos em todo o Brasil, dos quais 1.704 atendem o SUS. Em 960 municípios são a única porta de atendimento à saúde, para todas as classes sociais. Essas entidades respondem por 51% de toda assistência SUS no Brasil e, na alta complexidade, alcança 65%. O time que faz toda essa engrenagem funcionar é composto por cerca de 1.000.000 de profissionais de saúde, destes 340.000 profissionais de enfermagem.As Santas Casas e hospitais filantrópicos possuem papel altamente estratégico para a continuidade do SUS (Sistema Único de Saúde), configurando-se como a maior rede hospitalar do país. São 2.172 hospitais sem fins lucrativos em todo o Brasil, dos quais 1.704 atendem o SUS. Em 960 municípios são a única porta de atendimento à saúde, para todas as classes sociais. Essas entidades respondem por 51% de toda assistência SUS no Brasil e, na alta complexidade, alcança 65%. O time que faz toda essa engrenagem funcionar é composto por cerca de 1.000.000 de profissionais de saúde, destes 340.000 profissionais de enfermagem.

Diante de toda essa magnitude, na desafiadora e honrosa oportunidade de presidir a Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas, nossa missão e meta é engrandecer estas instituições, sendo porta-voz junto aos líderes políticos e governantes para buscar as melhorias necessárias para que nossas entidades continuem desenvolvendo, com excelência, o significativo atendimento que prestam à sociedade brasileira. Aos hospitais filantrópicos dos quatro cantos desse país, contem com a CMB para representá-los, apoiá-los em suas empreitadas, fazer ecoar os seus pleitos e batalhar conjuntamente por eles.

Desde a sua fundação, em 1963, a CMB vem lutando incansavelmente pelos nossos hospitais e muitas vitórias já foram conquistadas. O trabalho continua de forma aguerrida e intensa para que as necessidades do nosso setor filantrópico, que tanto faz pela saúde do povo brasileiro, tenham soluções que nos permita fazer muito mais.

Mirocles Véras, presidente da CMB
(Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas)

Faça login em sua conta