01Esse foi o tema abordado pelo advogado sanitarista, consultor em Advocacy e assessor jurídico da FEHOSP - Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes do Estado de São Paulo Tiago Farina Matos, na tarde desta quarta-feira, 3 de julho, no Simpósio Novartis, durante o 35º Congresso Nacional do Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), que se realiza em Brasília, até essa sexta (5).

A palestra contou com introdução do presidente da CMB, Edson Rogatti, que, na ocasião, levantou a bandeira do diagnóstico precoce no combate ao câncer, pedindo a devida atenção aos secretários municipais e aos profissionais que atuam na atenção básica de saúde. “Há vários estudos que apontam que a grande maioria dos casos de câncer é diagnosticada já em estágio muito avançado. Temos que mudar esse cenário. Não é fácil, mas é possível chegar lá”, disse, ao contar que ontem, em reunião com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, ele anunciou a aquisição de mais 80 máquinas de radioterapia, a serem instaladas até 2020.

 “Sabemos que com o câncer não se perde aquela vida apenas mas as vidas de muitos são atingidas. O diagnóstico precoce é tudo no tratamento do câncer. Vocês tem papel fundamental nesse sentido”, finalizou Rogatti.

Em sua palestra, Tiago Farina lembrou aos presentes os números alarmantes acerca do problema: “o câncer é a segunda causa de morte no mundo, perdendo apenas para as doenças cardiovasculares; a cada cinco minutos, duas pessoas morrem por causa do câncer; e de oito a cada 10 pessoas já tiveram contato próximo com a doença, entre família e amigos”.

O palestrante apontou ainda que 40% dos casos de câncer poderiam ser evitados e que a obesidade, por exemplo, é um fator de risco ainda pouco abordado. “Hábitos saudáveis, ter uma boa alimentação, não fumar e praticar atividades físicas, poderiam evitar tantas mortes desnecessárias. Hoje 20% da população é obesa. Mas, infelizmente, o que a maioria não sabe, é que a obesidade é um fator de risco para 13 tipos diferentes de câncer.

O Simpósio Novartis no Congresso do Conasems apresentou um importante espaço para o debate. Um dos objetivos foi apontar a necessidade de engajamento dos diversos atores em relação a integração entre a Atenção Básica e de Média e Alta Complexidade para que as estratégias de controle do câncer produzam resultados a população.

O Congresso

Com o tema "Diálogos no Cotidiano do SUS", o Congresso do Conasems promove o encontro de mais de 5 mil congressistas, entre gestores municipais de saúde, trabalhadores do SUS, e de todas as esferas de governo, representantes de instituições ligadas à saúde pública e autoridades. A 35ª edição do evento acontece, de 2 a 5 de julho, no Ulysses Centro de Convenções. Um momento de troca de experiências e informações que impactam diretamente no fortalecimento do SUS. Mais informações sobre o evento AQUI.

Publicidade

envelope 
Assine o nosso informativo eletrônico:

Nome:   Email:   Empresa:   

Faça login em sua conta