QUEM SOMOS

A Confederação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos (CMB) é uma associação sem fins lucrativos ou econômicos, fundada no dia 10 de novembro de 1963. Com sede em Brasília, a entidade é um órgão de união, integração e de representação das Federações de Misericórdias constituídas nos respectivos Estados, bem como das Santas Casas, Entidades e Hospitais Beneficentes. Atualmente, a CMB é composta por 16 Federações Estaduais, e representa 2.172 hospitais sem fins lucrativos em todo o país, dos quais 1.704 atendem o Sistema Único de Saúde (SUS).

Os membros da sua Diretoria e do Conselho Fiscal não recebem qualquer remuneração pelo exercício da função, nem poderão usufruir, direta ou indiretamente, de vantagens ou benefícios da CMB, sendo-lhes vedado qualquer vínculo remunerado com a instituição. Além disso, a CMB conta, ainda, com a colaboração de dezenas de outros diretores de Federações filiadas, médicos, provedores, administradores hospitalares e técnicos em Saúde, integrantes da estrutura dos milhares de hospitais que compõem a rede representada pela CMB.

MISSÃO

A Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas — CMB tem por finalidade promover a união, integração e desenvolvimento das instituições que representa, bem como o permanente aprimoramento da qualidade da assistência que tais entidades se propõem a prestar, visando sempre o bem-estar da sociedade. Além disso, tem como objetivo proporcionar condições para o desenvolvimento técnico-científico da assistência médico-hospitalar às populações de baixa renda, cobertas pelo Sistema Único de Saúde.

REPRESENTATIVIDADE

A CMB tem assento em diversas Comissões e Grupos de Trabalho do Ministério da Saúde e demais pastas, na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Além disso, acompanha a tramitação de projetos e discussões de interesse do Setor na Câmara dos Deputados e no Senado Federal, e de ações judiciais que possam impactar o Setor.

A Confederação também é a representante nacional dos movimentos em prol do Setor Filantrópico, articulando com deputados, senadores, Casa Civil, Presidência da República e outras lideranças que se façam necessárias, apresentando pleitos e cobrando soluções para, principalmente, o financiamento da Saúde.

A parceria com outras entidades representativas do setor hospitalar também faz parte do trabalho desenvolvido pela CMB. A entidade participa, por exemplo, do Instituto Coalizão Saúde, que é uma iniciativa de várias entidades privadas de Saúde, cujo objetivo é contribuir para a inovação, a otimização de custos, o aperfeiçoamento de processos regulatórios e as políticas de prevenção e promoção como pilares centrais para que a Saúde brasileira tenha avanços; e é signatária do manifesto pela ética na Saúde, que estabelece ações que tenham elos mais transparentes no mercado de Saúde.

ATUAÇÃO NO SUS

Responsáveis por mais de 50% dos atendimentos ambulatoriais e internações hospitalares realizadas no SUS e por representarem a maior rede hospitalar no País, as Santas Casas e hospitais sem fins lucrativos respondem por 69,35% dos tratamentos de rádio e quimioterapia; e 58,14% dos transplantes realizados no Brasil.

A dimensão do segmento pode ser estimada pelos seguintes números:

• 2.172 hospitais sem fins lucrativos, dos quais 1.704 atendem o SUS
• 193.550 leitos
• 132.463 leitos SUS
• Mais de 990.000 empregos diretos
• 86.474 enfermeiros; e 290.993 técnicos e auxiliares de enfermagem (33% do totaldesses profissionais no mercado)
• Municípios com hospitais sem fins lucrativos: 1.731 municípios. Em 55,9% deles (967 municípios) os filantrópicos são a única unidade de Saúde
• 4,7 milhões de internações (41,4% do total SUS)
• 295.899.003 atendimentos ambulatoriais (40% do total SUS)
• 69,35% dos tratamentos de rádio e quimioterapia
• 58,14% dos transplantes no País

Fonte: Ministério da Saúde – Sistema de Informações do SUS, 2017-2018

Faça login em sua conta